Não lembro bem quando foi meu primeiro contacto com as obras da artista plástica Joana Vasconcelos, mas sei que foi depois de vir morar em terras lusitanas. O fato é que assim que vi, me identifiquei totalmente. Tantas texturas, tecidos, linhas, brilhos, formas que se tranformam em obras únicas. Sempre brinco que depois que eu começo o design de uma estampa eu não sei a hora certa de parar. vou colocando elementos, colocando, colocando… E acho que foi por isso que me identifiquei tanto com a beleza dessas obras de arte, que dão a impressão de que sempre cabe mais um elemento ali, outro aqui, mas que se parar onde está, já está perfeito.

Em 2012, Joana Vasconcelos, tornou-se na primeira mulher e criadora mais jovem a expor algumas das suas obras no Palácio de Versailles, em Paris.

Muitos desses tecidos maravilhosos são adquiridos na loja Bispos, ali da Parede, pertinho aqui de casa, então quando vou ali gosto de imaginar que tecidos fariam uma bela composição na próxima obra de arte 😀

A artista diz que nunca foi uma aluna brilhante e que encontrou nas artes plásticas liberdade para explorar e experimentar.

A artista criou obras utilizando grandes peças de cerâmica de Bordalo Pinheiro dando-lhes uma “nova pele”, forrando-as totalmente em croché.

Clique abaixo para continuar a inspiração